Vinte e cinco SUPEITOS integrantes do Anonymous são presos na Espanha e na América Latina

   Foi divulgada nesta semana uma notícia que parou o mundo da web, nesta semana foram detidos suspeitos sobre ligações com o grupo hacker Anonymous, sob a acusação de invadirem sites governamentais e corporativos, segundo as autoridades
   
   Quatro suspeitos foram detidos nas cidades de Madri e Málaga (Espanha), a polícia espanhola acusou também um dos integrantes de divulgar dados pessoais sobre polícias, do primeiro ministro e dos guarda-costas da família real.

   Como todos sabem o grupo hacker Anonymous atua simultaneamente com quebras de passwords na internet, quebrando as portas de dados que são permitidos para poucos. A polícia espanhola disse em questão sobre eles:
   "Esses ataques cibernéticos eram às vezes ações individuais, mas foram apoiados por muita gente que somou forças e conhecimentos para cometê-los", disse a polícia espanhola em nota. "Os detidos (...) tinham um elevado grau de conhecimento sobre a tecnologia da informação."

 Segundo a polícia espanhola, os hackers atacaram sites de partidos, colocando dentes de vampiros nas fotos dos dirigentes. Companhias espanholas também teria sido alvo. Além disso, eles teriam criado uma sala de bate-papo na Internet para ajudar na realização de ataques na Espanha e na América Latina.

Em junho, a polícia espanhola prendeu três supostos ativistas do Anonymous, por suspeitas de ataques contra alvos como a loja Playstation, governos, empresas e bancos.

    Na apreensão dos "suspeitos" de participar do grupo Anonymous foram encontrados 250 computadores e celulares.

Comentários