Síndrome faz garoto pensar que é do sexo feminino


O garoto Zach Avery, de apenas 5 anos, foi diagnosticado com o que os médicos chamam de "transtorno de identidade de gênero" - quando uma pessoa nasce com um sexo, mas se identifica e acha que pertence ao outro. Resumindo, é uma garota que nasceu no corpo de homem.
Sua mãe, Teresa, disse que "ele virou um dia, quando tinha três anos, e disse 'mãe, eu sou uma menina'". Desde então, ele está convencido que não é um garoto e até tentou cortar suas partes íntimas em um momento de frustração.

Preocupados com o garoto, Teresa e o pai, Darren, o levaram para um especialista em Londres. A explicação foi a seguinte: "apesar de ele ter um corpo masculino, seu cérebro está dizendo para ele que é uma garota".

Agora, há mais de um ano, ele usa rabo de cavalo e saia de balé. Teresa contou ao tabloide britânico The Sun mais sobre o problema:
- Eu achei que ele estava passando por uma fase e deixei. Mas ficou sério e ele começou a ficar irritado quando nos referimos a ele como garoto.
Teresa disse que sente falta de seu filho e que pretende alertar as pessoas para esse transtorno. Ajudar outras famílias que têm a mesma experiência em casa e fazê-los saber que há ajuda disponível.

- Eu adoraria ter meu filho de volta, mas eu quero que ele seja feliz. Se é esse rumo que ele quer tomar, e se isso é o que o faz feliz, então tudo bem. Ele tem meu total apoio. As pessoas precisam ficar sabendo dessa condição, porque ela é muito comum, mas nunca ouviram falar de casos em crianças. Há pessoas assim por aí, mas elas não querem falar sobre isso.

Segundo ela, a escola tem dado muito apoio e ele não tem sofrido bullying por isso. Explicaram para as outras crianças, e elas aceitam Zach como ele é.

Comentários